quinta-feira, 21 de julho de 2011

Ilha da fantasia

Olha só, que esquisito:
Gente se achando bacana
Porque tem falsos poderes.
Em nada disso eu acredito.

Acredito em contos de fadas
E em histórias de barquinhos
De piratas que saqueiam mercadores
E decepam indiozinhos.

6 comentários:

  1. Eu dava um doce pra saber em que você estava pensando quando escreveu esse poema. Dá a impressão de que alguém muito arrogante andou te aperreando. Talvez sim, talvez não. De qualquer modo, virou poesia. Melhor pra nós, leitores. Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Não tinha visto ainda essa sua acidez, Regina. Pra mim, foi uma surpresa muito bem-vinda. Bj.

    ResponderExcluir
  3. Rostinho de anjo e coração de cristal.
    `Fica revogada a santa Regina`;
    Que resolve , por fim, cair nas teias do
    Submundo de meu coração.

    ResponderExcluir
  4. Desabafo, contestação,grito. Viagem aos recônditos... em poucas palavras. Muito bacana!! Parabéns!!

    ResponderExcluir
  5. Olá, Regina...
    Passei em seu Blog e o achei muito lindo e aconchegante, já sou seguidora.
    Convido você a visitar meu Sapatinhos da Dorothy, se gostar me siga também.
    Um abraço carinhoso,
    Sandra

    ResponderExcluir
  6. Bom Dia, Regina!
    Quero agradecer sua visita, seu comentário...
    É muito bom fazer novas amizades e trocas de ideias.
    Estarei aqui.
    Abraço carinhoso,

    Sapatinhos da Dorothy

    ResponderExcluir