terça-feira, 29 de julho de 2014

Ei, você!


Crianças Brincando - Cândido Portinari


Era noite, noite escura
E as palavras dançavam na rua.
Bem podia ser mentira,
Esse desatino das meninas.

Pois já é dia, dia nascido
E o poema – olha só – está perdido.
Porque as palavras, sim, elas
Saíram em silêncio pela janela.

E agora, minha poesia?
Não sei se está no alto mais alto
Se cá dentro, se no fundo
Ou lá fora, perdida no mundo.

Em sua falta, inspiro e vou                              
Mergulho a procurar e procurar
E falta-me... Falta-me ar
Volto, então, ligeiro e me confundo:
Onde o alto? Onde o fundo?

No fundo, tudo é quase a mesma coisa

e
   mersão
i

No fundo, sou eu criança
Querendo brincar, a convidar

e
   você!
i,




13 comentários:

  1. Bom dia, Regina
    Tão lindo, esse seu brincar com as palavras. Li e reli, para "respirar" cada uma delas.
    Bjo amigo

    ResponderExcluir
  2. Ins
    piração...............Talento puro e lapidado. É você, linda Regina>>>>>>>
    Ex

    ResponderExcluir
  3. Que joia! Você desbancou a criatividade que se atreveu a sair pela janela...
    A
    do
    rei

    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. Ai, que delícia de poema brincalhão, Regina! Adorável! Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Vengo del blog de Carmem Grinheiro (Do lado do sol) y me ha encantado tu espacio; por lo cual, si no te importa, me hago seguidor de tan bello rincón.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Finalmente vou de férias!
    Confesso que estou necessitado de descansar.
    Desde que vim para Itália, no dia 29 de Maio, tenho dado belos passeios, visitado locais que não conhecia e revisitado outros já conhecidos.
    Mas, a par disso, o trabalho tem sido a um ritmo bastante acelerado, com o intuito de, o mais rapidamente possível, poder regressar a Portugal. Este objectivo ainda está um pouco longe de ser alcançado…
    Agora chegou o momento de gozar férias. E aí vou eu, no próximo dia 14.
    O regresso… é uma incógnita. Quando voltar vos farei saber 
    Para que não me esqueçam… deixo-vos mais algumas fotos do passeio que me foi oferecido como prensa de aniversário…
    Para veres as fotos e o resto do texto… terás que ir ao “DEUSA” 
    Um beijo
    Miguel

    ResponderExcluir

  7. Olá.
    Aqui tudo muito lindo e muito interessante.
    Gostei.
    Desejos de um bom fim de semana
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Boa noite, Regina, agradeço e retribuo votos de bom fds
    bj amigo

    ResponderExcluir
  9. Gostei da poesia; você compõe de forma brilhante...
    Venha me visitar.

    ResponderExcluir
  10. OI REGINA!
    MUITO INTERESSANTE TUA ESCRITA E LINDA TAMBÉM.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá, Regina
    As minhas férias terminaram… e para assinalar o seu fim publicarei um post, logo, à meia noite. Fico-te aguardando.

    Respondendo à sua pergunta sobre o trabalho que vim fazer em Itália, não é propriamente trabalho, vim tratar de assuntos familiares, relacionados com o falecimento de um irmão de minha mãe, o que obrigou a fazer partilhas.
    Mas como a família é muito grande e vive em muitos lugares de Itália... tem sido bastante demorado.
    Por outro lado... eu prefiro demorar mais algum tempo e deixar tudo arrumado, para não ter que voltar brevemente.
    E é isso!

    Um beijo amigo
    Miguel

    ResponderExcluir
  12. OI REGINA!
    RELENDO E TE DEIXANDO MEU BOA NOITE.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Olá, Regina
    Eu não acredito que deixei escapar este poema!...
    Nem entendo como é que pode ter acontecido...
    Bom, como não de pode andar para trás no tempo... li-o agora.
    E achei... muito bom, muito bem construído, transmitindo uma ideia muito concreta - tudo isto com uma grande leveza e até um certo ar brincalhão.
    Gostei imenso!

    Muito obrigada por suas palavras de carinho na minha «CASA».
    Entendo bem a sua melancolia.
    Ter longe de nós alguém que se ama muito é bastante complicado.
    Tem que se lidar com a situação com muita sabedoria, aprender a esperar o regresso com a calma possível... e a esperança de que, em breve, a situação se vai alterar.

    Boa semana.
    Beijinhos

    ResponderExcluir