terça-feira, 18 de novembro de 2014

Poesia ao espelho


Google Image


Chega-te a poesia
Pelos ditos indizíveis
Das voltas, dos sons e
Pausas

Toca-te a poesia
Pelo encontro de um olhar
Mediador. Sabedor
De ti

Vai-te a poesia
E vais junto, para sempre
Para nunca novamente
Seres inteiro
Teres certeza ou
Lugar.




3 comentários:

  1. Agora, Regina, você extrapolou na arte de poetizar! Incríveis analogias!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Rê que lindo. Como você consegue viajar pelas palavras assim? A poesia flui tão bem... Adorei! ♥

    ResponderExcluir